terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Recomendações NPK em Dose de Adubo

Um produtor rural recebeu o resultado da análise de solo que indicava uma adubação de 10 kg N/ha; 40 kg P/ha e 30 kg K/ha. O produtor rural não soube decifrar as quantidades de sulfato de amônio, supertriplo e cloreto de potássio. Os elementos estão na forma elementar. Nos fertilizantes, o nitrogênio, o fósforo e o potássio estão expressos, respectivamente, nas formas N%, P2O5% e K2O%. Ele procurou a ajuda de um agrônomo para lhe recomendar as quantidades de matérias-primas que atendam às necessidades solicitadas pela análise do solo.
É preciso converter as formas elementares de P e K nos respectivos óxidos expressos nos adubos, ou seja P2O5 e K2O.
Nitrogênio:
O nitrogênio não sofrerá alterações porque os fertilizantes o expressam na forma de N. Portanto, 10 kg N/ha.
Quantos quilos de sulfato de amônio (SA) serão necessários para fornecer os 10 kg N/ha? Ora. o sulfato de amônio (SA) contém 20% de N, isto é, em 100 quilos de SA teremos 20 kg N.
100 kg SA .........20 Kg N
X kg SA ............10 kg N/ha
X = (10 x 100) / 20
X - 50 kg/ha de sulfato de amônio
Fósforo:
Precisamos converter P em P2O5. Basta multiplicar o P pelo índice 2,29
40 kg P/ha x 2,29 = 92 kg P2O5/ha.
O superfosfato triplo (ST) tem 42% de P2O5, ou seja, em 100 quilos do produto existem 42 kg de P2O5.
100 kg ST ............ 42 kg P2O5
X kg ST ............... 92 kg P2O5/ha
X = ( 92 x 100) / 42
X = 220 kg/ha de superfosfato triplo.
Potássio:
Precisamos converter K em K2O. Basta multiplicar pelo índice 1,205. Como foi obtido este índice?
K2O ..................... K2
(39x2)+16 ............ 39x2
94 ....................... 78
94/78 = 1,205
30 kg K/ha x 1,205 = 36 kg K2O/ha.
O cloreto de potássio (KCl) possui 60% de K2O, isto é, 100 kg do produto tem 60 kg K2O.
100 kg KCl ........... 60 kg K2O
X kg KCl .............. 36 kg K2O/ha
X = (36 x 100) / 60
X = 60 kg/ha de cloreto de potássio
Vamos imaginar que o produtor achou muito difícil fazer a mistura das matérias-primas na propriedade devido a possível uniformização da mistura. Ele não tem um misturador, e pediu ao técnico para indicar uma fórmula de fertilizante já pronta. Isto não é difícil. Os cálculos acima apontaram para uma recomendação de 10 kg N/ha, 92 kg P2O5/ha e 36 kg K2O/ha. Portanto temos uma relação NPK igual a 10:92:36. Vamos simplificar esta relação. Dividindo pelo menor número, que é 10, teremos a relação simplificada 1:9,2:3,6. Multiplicando por números inteiros (coeficientes) vamos ter diversas fórmulas. São as chamadas fórmulas similares:
X 2 = 02-18-07
X 3 = 03-27-11
X 4 = 04-36-14
Qualquer uma destas fórmulas pode ser recomendada. A diferença entre elas vai ser na quantidade em kg/ha.
Por exemplo, a 04-36-14. Para achar a quantidade divide-se a dose recomendada de qualquer nutriente pelo seu respectivo valor na fórmula, e multiplicar por 100.
dose recomendada de N: 10 kg/ha.
valor correspondente na fórmula: 04
Então. 10 /4 x 100 = 250 kg/ha
Pratique com as outras duas fórmulas, e encontre a quantidade. Respostas: 02-18-07, 500 kg/ha. 03-27-11, 335 kg/ha. As diferenças encontradas, na quantidade de cada nutriente, podem ser mais ou menos 10%.

OUTROS ASSUNTOS PARA LER
A classificação dos fertilizantes no contexto da legislaçao
Interpretaçao da análise do solo - Parte I
Interpretaçao da análise do solo - Parte II
Interpretação da análise do solo - Parte III
Tabela de conversão das unidades da análise do solo
Fórmulas similares de fertilizantes

38 comentários:

  1. Por exemplo, a 04-36-14. Para achar a quantidade divide-se a dose recomendada de qualquer nutriente pelo seu respectivo valor na fórmula, e multiplicar por 10.
    dose recomendada de N: 10 kg/ha.
    valor correspondente na fórmula: 04
    Então. 10 /4 x 100 = 250 kg/ha


    DIZ MULTIPLICAR POR 10,
    E NA DEMONSTRACAO MULTIPLICA POR 100...
    QUAL É O CORRETO AFINAL?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O correto é multiplicar por 100. vamos corrigir o texto. obrigado pela observação.

      Excluir
  2. Porque na formulação 3-27-11 a recomendação é de 335 kg se 10/3 x 100 = 333?

    ResponderExcluir
  3. Parabéns professor! Admiro seu trabalho

    ResponderExcluir
  4. Muito boa explicação professor. Parabéns

    ResponderExcluir
  5. Gostaria de saber como chegar a esses 10 kg de N, 40 kg de Pe 30 kg de K para o estado de MG.Varia de cultura pra cultura a quantidade? e depois de achar os níveis de P e K como muito baixo e baixo, respectivamente, como preceder? e o N que não tem dado nenhum na quinta aproximação?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estas quantidades de NPK é apena uma hipótese para fazermos o exercício. A quantidade de adubo varia de cultura para cultura de acordo com as recomendações dos órgãos oficiais. Após achar os níveis de P e K existe a recomendação de P2O5 e K2O em kg/ha para cada faixa. A quantidade de N é baseada no teor de matéria orgânica do solo (MO)% ou dag/kg

      Excluir
  6. Professor, não entendo por que é necessário converter os valores de P e K. Se a recomendação está em N, P e K, e não em N, P2O2 e K2O, por que usar um valor maior de adubo se o resultado convertido é aplicado em NPK? (e não em P2O2 e K2O).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Usamos NPK para simplificar os nomes dos nutrientes. As recomendações de fosforo e potássio pelos laboratórios oficiais é feita em kg/ha de P2O5 e K2O. Os adubos expressam os teores de fósforo e de potássio em P2O5 e K2O conforme os dados de pesquisas obtidas a campo com as diferentes culturas. Os fertilizantes expressam os teores de fósforo e potássio em porcentagem. É uma maneira comercial de expressar estes nutrientes porque as plantas não absorvem P2O5, nem K2O. È apenas uma forma comercial. Fazendo a recomendação da pesquisa em kg/ha destes nutrientes, você não está empregando mais fósforo e potássio.

      Excluir
  7. Professor, o Sr não faz idéia do quanto seus artigos são úteis. Meus parabéns, e muito obrigado por compartilhar o seu conhecimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Heder. Um abraço e felicidades no seu trabalho.

      Excluir
  8. Nos casos em que o produtor tem como recomendação a necessidade da cultura como ex: 15 kg de N, 45 kg de P205 e
    30 kg de k20 por hectar, e ele so tem disponibilidade do adubo NPK (12:24:12), QUAL EH a quantidade de Npk por aplicar/Ha ??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando se vai usar uma fórmula de fertilizante para repor os nutrientes recomendados, é preciso saber a relação dos nutrientes. Na recomendação 15-45-30, dividindo por 15, temos uma relação 1:3:2
      Multiplicando pelos 12 da sua fórmula precisaríamos uma fórmula 12-36-24
      Portanto a sua fórmula não vai repor nunca as quantidades exatas do que foi recomendado.
      Leia:
      http://agronomiacomgismonti.blogspot.com/2009/04/encontrando-formulas-similares-de.html

      Excluir
    2. professor porquê a multiplicação por 12?

      Excluir
    3. Você entendeu o cálculo no texto para achar as fórmulas similares? 12 é um dos números inteiros que usei para achar uma fórmula similar e que vai dar as necessidades que você precisa. Se multiplicar por 10 terei uma fórmula 10-30-20. por 9 uma fórmula 9-27-18, por 5 uma fórmula 5-30-10 e assim por diante até encontrar uma formulação que exista no mercado. Leia:

      http://agronomiacomgismonti.blogspot.com/2010/07/formulas-similares-de-fertilizantes.html

      Excluir
    4. Certo professor! então quando não se tem uma fórmula "parecida" no mercado,eu sigo multiplicando por multiplos até encontra-la?

      Excluir
  9. 15KG DE N, 45 KG DE P205, 30 KG DE K2O, QUAL E' A QUANTIDADE DE ADUBO NPK (12:24:12) POR APLICAR? GRATOS

    ResponderExcluir
  10. Professor, não entendo muito bem de química, mas porque para achar o fator de conversão do K em K2O o senhor utiliza o peso molecular de K2? Não deveria utilizar o peso molecular somente do K (39) e esse número ser o utilizado para o cálculo do fator de conversão? ((94/39)=2,41)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito simples. Quantos K você tem em K2O? Não estamos falando de KO.

      Excluir
    2. por que K2??? nao seria o Ions K??

      Excluir
    3. No solo temos os íons K+ e a planta absorve na forma de K+.
      Nos adubos, o K é expresso em % de K2O. Estamos calculando quilos de K2O. Veja bem que a recomendação era em elementos simples N,P e K. Por isto, uma formulação de adubo que vem expressa em P2O5 e K2O temos que fazer estes cálculos. Tantos kg de K2O do adubo tem que fornecer tantos Kg de K.

      Excluir
  11. Olá, estou com um trabalho de universidade. Cultura Cebola, Nordeste. a recomendação é 45 kg de N, 180 de P e 180 de K. Qual a formula mais adequada? OBRIGADO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está explicado no artigo(fórmulas similares)
      Mas leia este outro artigo
      http://agronomiacomgismonti.blogspot.com.br/2010/07/formulas-similares-de-fertilizantes.html

      Excluir
  12. Olá, não entendi uma coisa. O senhor disse que para achar a quantidade divide-se a dose recomendada de qualquer nutriente pelo seu respectivo valor na fórmula e multiplica por 100. Porém eu fiz e os valores sempre ficam diferentes.

    Se fizer com N fica = 10/4 *100 = 250Kg/ha
    Com P fica = 220/36 * 100 = 611 Kg/ha
    Com K fica = 60/14 *100 = 428 Kg/ha.

    As diferenças sáo muito grandes, por que? Qual o valor correto de quantidade de adubo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você usou os dados obtidos no artigo.
      O enunciado que vc aponta do cálculo é válido somente quando você tem uma formulação pronta com a mesma relação simplificada que as necessidades NPK. O exemplo acima é de matérias-primas individuais, ou seja 220 kg não é de P2O5 mas de superfosfato. 60 kg não é de K2O mas de cloreto de potássio. Por isto você não obteve os resultados que vc esperava.
      Leia: http://agronomiacomgismonti.blogspot.com/2009/04/encontrando-formulas-similares-de.html

      Excluir
  13. Professor vi método no boletim 100 que é assim,EX:
    platio de aveia recomendação: N-20 P2O5-90 K2O-40
    temos relação 1-4,5-2. Escolhi a formulação que tenho acesso 8-30-8
    20+90+40x100/8+30+8=
    15000/46=326kg/ha
    Desde já Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você aplicará mais N e P2O5 e haverá deficiência de K2O.

      Excluir
    2. olá profesor gostaria de perguntar qual a melhor formula para o plantio do feijao, com recomendação de 20kg N 80 kg P2O5 e 40kg K2O

      Excluir
    3. Leia:
      http://agronomiacomgismonti.blogspot.com/2009/04/encontrando-formulas-similares-de.html

      e vc encontrará a fórmula de fertilizante a ser usada e a quantidade por ha.

      Excluir
  14. Professor parabéns pelas suas publicações, tem ajudado muito.

    ResponderExcluir
  15. Professor vou plantar rama de mandioca na propriedade, a recomendaçao de adubo para cultura para uma producao de 25 tonelada/ha conforme dados da embrapa é de 123 kg de N , 27 kg de p , 146 kg de k. Mais pretendo fazer uma cobertura aos 50 dias apos brotaçao. Com sulfato de amonia e cloreto de potassio pois e uma area arenosa. Como devo distribuir o adubo em sulcos 50% do nitrogenio e 50% de potassio no sulco ? E na cobertura suprir com os outros 50 % ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 123 kg de N =50% = 61,5 kg de N arredondando para 62 kg
      146 kg de K = 50%= 73 kg de K
      No plantio:
      62N-27P2O5-73K2O dividindo tudo pelo menor número (27) teremos uma relação simplificada.
      2,3-1-2,7
      Agora é só achar as fórmulas similares. Para isto leia
      http://agronomiacomgismonti.blogspot.com/2009/04/encontrando-formulas-similares-de.html
      Adubação cobertura
      61 kg de N
      73 kg de K2O
      Simples regra de três levando em conta as garantias da ureia e do cloreto de potássio
      Em 100 kg de ureia temos 45 kg de N
      Quantos kg de ureia para temos 61 kg de N
      X = 61 x 100 / 45
      Em 100 kg de cloreto temos 60 kg K2O
      quanto kg de cloreto para termos 73 kg de K2O
      X= 73 x 100 / 60
      Boa sorte

      Excluir
  16. Então para fazer dosagem de fórmulas diferentes, para saber a quantidade em Kg/ha tipo 4-36-14 eu divido a dose recomenda de cada nutriente pelo valor que esta na fórmula é multiplico por 100?
    Ou so faço a divisão de um nutriente ex:10/4 x 100 = 250 kg

    ResponderExcluir
  17. Então para saber a dosagem em Kg/ha em fórmulas diferentes como 4-36-14 eu preciso fazer divisão pelo seu valor na fórmula para cada nutriente N-P-K ou somente faço para N como descrito no texto acima 10/4 x 100=250 kg Sulfato de amonio

    ResponderExcluir
  18. Se a formulação que você vai usar é uma relação simplificada igual àquela das necessidades recomendadas, então o cálculo pode ser feito a partir de um único nutriente: ou N, ou P2O5 ou K2O.
    Mas lembre-se, isto é válido somente para fórmulas similares, aquelas que guardam a mesma relação simplificada e não qualquer fórmula.
    Ex: 4-36-14 Relação simplificada 1-9-3,5
    Formulações similares:
    2-18-07
    3-27-10
    Qualquer uma poderá ser empregada no lugar da 04-36-14. A única diferença vai ser a quantidade a ser aplicada de cada uma.

    ResponderExcluir

Comente, manisfeste a sua experiência, a sua dúvida, utilizando a parte de comentários.