terça-feira, 23 de março de 2010

Cálculo da Calagem pelos Métodos Saturação por Bases e Alumínio

Na postagem Interpretação da Análise do Solo - Conceitos Básicos (clique aqui para ler), abordamos os cálculos da soma de bases (S), das CTC's efetiva e a pH 7,0 (potencial), da saturação por bases (V%), da saturação por ácidos (M%), e saturação por alumínio (m%). Vimos que a necessidade de calagem pode ser calculada pelos métodos saturação por bases e pela neutralização do Al. Abaixo, vamos mostrar as fórmulas adotados em alguns Estados brasileiros, com exceção do Rio Grande do Sul e Santa Catarina onde a quantidade de calcário é determinada através
do método SMP. Os dados que vamos utilizar são aqueles obtidos nos cálculos realizados na referida postagem acimama, e que estão demonstrados na tabela a seguir:


No quadro abaixo, há uma classificação dos valores referentes aos valores V%, m% e a CTC a pH 7,0 : em faixas, que variam de muito baixo a alto. Quando o valor de saturação por alumínio (m%) é maior que 10, há necessidade de fazer a calagem.


CÁLCULO DA NECESSIDADE DE CALAGEM (NC), para este solo:

Nos Estados do Paraná e São Paulo, busca-se elevar o V para 60% e 70% respectivamente. O Estado de Mato Grosso também usa este método.
NC (t/ha) = [(V2-V1) x T x f ] / 100
onde V2 = 60% e V1 = 8,42%; T = 5,46; PRNT do calcário é 80%.
Como as recomendações de calagem são baseadas num calcário com PRNT 100% precisamos fazer a correção (f):
f = 100 / PRNT; f = 80 / 100 = 1,25
NC (t/ha) = [(60-8,42) x 5,46 x 1,25] / 100
NC (t/ha) = 352 / 100
NC = 3,5 t/ha de calcário.
Nos Estados de Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso e Bahia, a necessidade de calagem é recomendada em função do teor de argila:
a) solos argilosos (mais de 20% de argila)  utiliza-se  a  fórmula  abaixo, sabendo  que o teor de Al do solo, em questão, é 1,3 cmolc/dm³ e (Ca+Mg) igual a 0,4 cmolc/dm³:
NC (t/ha) = [(Al x 2) +2 - (Ca+Mg)] x f
NC (t/ha) = [(1,3 x 2) + 2 - 0,4] x 1,25
NC (t/ha) = 5,25 t/ha.
b) solos arenosos  (menos  que  20%  e argila), são  duas  as  fórmulas  utilizadas; e  escolhe-se  a  que apresentar maior quantidade de calcário:
NC (t/ha) = (Al x 2) x f   (1)
NC = 1,3 x 2 x 1,25;
NC = 3,25 t/ha (1)

NC (t/ha) = [2-(Ca+Mg)] x f    (2)
NC = [2-0,4] x 1,25;
NC = 2 t/ha (2)
Portanto, escolhe-se a maior (1): NC = 3,25 t/ha.
No Estado do Mato Grosso do Sul, a fórmula utilizada é a seguinte:
NC (t/ha) = Al x 2 x f

50 comentários:

  1. estou estudantado nessecidade de calagem o qual tenho que realizar cálculos para achar a quantidade total de calcário o q voces acham dessa formula-
    nc=(v2-v1)ctc
    -----
    prnt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ser usada. O resultado da correção da quantidade de calcário é direto.Por que? f=(fator de correção)= 100/PRNT
      NC = (V2-V1)T x 100
      -------- ----
      100 PRNT

      Simplificando os 100, fica a sua fórmula.
      A necessidade de calcário é direta em função do PRNT do corretivo

      Excluir
  2. Pode ser usada. O resultado da correção da quantidade de calcário é direto.Por que? f(fator de correção)=100/PRNT
    NC = (V2-V1)T x 100
    -------- ----
    100 PRNT

    Simplificando os 100, fica a sua fórmula.
    A necessidade de calcário é direta em função do PRNT do corretivo

    ResponderExcluir
  3. Olá Gastão Ney..

    Gostaria da sua análise..

    tenho uma análise de solo que pede 6,02 ton/ha, pela soma das bases..Eu poderia usar ela nesta fórmula .. QC = NC x (SC/100) x (PF/20) x (100/PRNT)..É para uma área de café...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A recomendação de calagem é feita para ser aplicado em toda a área (100%) e para ser incorporado na camada arável de 0-20 cm. Se você não vai aplicar em toda área e numa profundidade de 20 cm, poderá utilizar a fórmula QC=NC x (SC/100)x (PF/20) x (100/PRNT)
      Leia o artigo abaixo:
      http://agronomiacomgismonti.blogspot.com.br/2012/09/quantidade-de-calcario-em-funcao-da.html

      Excluir
  4. eu curso tecninco em agropecuária la nos aprendemos a fazer calculo de calagem com a formula:
    s=Ca+Mg+k
    T=S+H+Al
    Nc=(v²-v¹).t/100
    Qc=SC/100.PF/20.100/PRNT

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faltou
      V% = (100 x S) T

      e na última fórmula vc esqueceu de incluir a NC. O correto é
      QC (t/ha) = NC x SC/100 x PF/20 x 100/PRNT
      Esta fórmula corrige a necessidade de calagem (NC) no que diz respeito à área a ser coberta (SC), a profundidade de incorporação (PF) e a correção do PRNT do calcário para 100%, quando necessário.

      Excluir
    2. só complementando, pois achei interessante..
      no caso ai o S seria a SB (soma de bases) certo?
      no caso o que o johan falou, só que faltou somar o "Na" tb, quando tiver, se caso não tiver, é = 0. SB=Ca+Mg+k+Na
      e o V% não seria V%=(SB/T).100 ?

      Excluir
    3. Usa-se S ou SB para soma de bases. Para diferenciar do enxofre (símbolo S) é comum usar-se SB.
      A fórmula correta para calcular a soma de bases é:
      S ou SB = K+Ca+Mg+Na
      O Na é desprezado em certas regiões por estar em pequenas concentrações no solo.
      V% = (100 x SB) / T
      ou V% = SB/T x 100 o resultado não altera.
      Se fosse soma ou diminuição, haveria alteração no cálculo encontrado.

      Excluir
  5. vou fazer uma prova no colegio e é necessário Conhecer cálculos básicos sobre saturação. será que você pode me dizer quais são resumidamente? muuuito obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui vão alguns links de artigos já publicados sobre o assunto.
      http://agronomiacomgismonti.blogspot.com/2011/05/calculo-das-saturacoes-de-camg-e-k-do.html

      http://agronomiacomgismonti.blogspot.com/2010/03/interpretando-os-conceitos-basicos-da.html

      http://agronomiacomgismonti.blogspot.com/2011/08/significados-de-s-ctc-v-e-m-na-analise.html

      http://agronomiacomgismonti.blogspot.com.br/2012/07/percentagem-saturacao-dos-cations.html

      Excluir
  6. Boa noite professor,

    Uma pergunta, desejo calcular a NC para um solo do cerrado (25% de argila) teor médio e desejo atingir na saturação por bases 50% solos do cerrado, assim como atingir a CTC efetiva em 60% da CTC a pH 7,0, tendo os seguintes dados
    CTCt = 2,81 cmoc/dm3, Ca = 0,2 cmolc, Mg = 0,1 cmolc, Na = 0,06 cmolc/dm3, Al = 0,5 cmolc, V% = 14,6

    Desta forma calculando: NC = T(V2-V1)/PRNT, NC= 2,81 (50-14,6)/100, encontrando 1,02t/ha. Suponhamos que eu queira aplicar carlário dolomítico, CaMg(CO3)2, que terá dessa forma uma peso molecular de (40,08 + 24,312 + 12,011*2 + 15,999*6) = 184,408g, desta forma contendo 21,73% de Ca e 13,18% Mg. Bem se transformar essa relação de 1 ton/ha de solo na camada 0-20 (fator 1) tenho então, considerando 1000kg/ha tenho uma relação de 500mg/dm3 de Ca, como 1cmolc Ca = 200,4mg/dm3, terei ai 2,5 cmolc/dm3 de Ca incorporado no solo, com a concentração previamente existente de 0,2 cmolc/dm3 essa cota chega a 2,7cmolc/dm3 Ca e o Mg da mesma forma será obtido na concentração de 2,4 cmolc, o que eleva a V% = 177% (não creio que isso sequer seja possível).

    Entretando calculando as doses, se em vez de seguir a recomendação da necessidade só calcular mediante as concentrações com uma adubação de 50 kg/ha de Ca, conseguem se 0,5 cmolc/dm3 de Ca e 0,5 cmolc de Mg em 230,1kg/ha de Calcário Dolomítico, de forma que a SB esteja em 50,117% e a CTCe = 1,91, um pouco superior a 60% da CTC a pH 7,0.
    Porque a necessidade de calcário pela fórmula da saturação de bases está tendendo a uma supercalagem? Há alguma falha no meu raciocino, desde já grato?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está havendo uma confusão. O cálculo da necessidade de calagem leva em consideração a CTC a pH 7.0 (T) e não a CTC efetiva (t). Vc tem que saber quanto de Ca e Mg é adicionado ao solo, pois em tonelada de produto cada 1% de CaO e de MgO adicionam tantos cmolc de Ca e Mg. Vou lhe passar um link que vai lhe ajudar a calcular isso.

      http://agronomiacomgismonti.blogspot.com.br/2009/11/quanto-se-adiciona-de-ca-e-mg-pela.html

      Excluir
  7. Era isso mesmo professor, os resultados estão batendo.

    Obrigado,

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde Professor. É errado utilizar o método de saturação por bases para recomendar calagem no Cerrado Mineiro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O método pode ser usado. Mas procure verificar qual o método mais recomendado para o seu Estado. Os solos arenosos têm a necessidade de calagem baseada no teor de Al, Ca e Mg, mais o teor de argila.

      Excluir
  9. Parabéns! gostei da matéria.Muito bem explicado...Abraço

    ResponderExcluir
  10. Gastão, meu pH 5,0 Ca 1,4cmolcdm-3 Mg 0,3 Al 0,9 (H, Al) 4,5.
    P= Meh 4,5 P=ReM 37mg
    K 47mg,quaos cálculos devo fazer,para recomendar calagem, adubação.pastagem feijão.algodão. produtividade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entre na página do blog e na coluna da direita tem "Assuntos de Interesse geral". Procure por análise do solo interpretação. clique, e abrirá uma janela com vários artigos sobre a interpretação de análise do solo. Você tem que ter a tabela de recomendação de calagem e adubação para o seu Estado para poder fazer a recomendação de adubação.

      Excluir
  11. Olá Ney, queria tirar uma dúvida.
    Estou fazendo uma calagem na região de Mato Grosso do Sul. Fiz o calculo utilizando esta formula: NC (t/ha) = [(V2-V1) x T x f ] / 100
    Mas o Sr mostra outra fórmula para ser utilizado nesta região sendo essa: NC (t/ha) = Al x 2 x f
    A primeira deu o valor de 1,72 t/ha a segunda 2,45 t/ha
    Qual será o mais indicado a utilizar, quero que a saturação de bases aumente para plantar Mombaça (v=60%), o solo esta com Al 0,98 cmol/dm³

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existem regiões que utilizam a saturação por bases e outras a neutralização do alumínio. A saturação por bases pode ser utilizada.

      Excluir
  12. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  13. Esta fórmula encotrei em um artigo... a que região do Brasil ela pertence?

    Q.C. (t/ha) = { 2x Al+ [ 3 – (Ca + Mg)]} x 100/PRNT

    ResponderExcluir
  14. Olá gostaria de saber a formula para mim descobrir qual é a minha saturação da CTC efetiva por aluminio ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Rochele
      Leia o artigo no link abaixo e encontrará a fórmula de cálculo de m%.
      http://agronomiacomgismonti.blogspot.com.br/2012/06/cations-acidos-e-saturacao-por-aluminio.html

      Excluir
  15. boa tarde Gastao,
    como faço para achar o valor V1 da formula?
    obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. V1 é o valor que você encontra no resultado da análise do solo (V%) Se não existir este valor, pode-se calcular assim
      V = 100 x SB / T
      SB = soma de bases K + Ca + Mg + (Na)
      T = CTC a pH 7.0
      Como no cálculo da calagem pelo método saturação por bases precisa-se de dois V, a gente chama V1 o V% da análise de solo e V2 aquele V% que se busca conforme a cultura e de acordo com o valor preconizado pelo órgão oficial de sua região ou Estado que você encontra no manual de recomendação de adubação e calagem para o seu Estado.

      Excluir
  16. Por favor me ajude:
    Na análise fisico-quimica de um corretivo de acidez foram obtidos os seguintes dados experimentais:
    a) granulometria
    >Ø 2mm : 0,35%
    2mm >Ø> 0,30mm : 10,00%
    Ø<0,30mm : 74,00%

    b)% CaCO3 Equivalente
    M calcário= 1,1005g
    V HCl= 50,00ml
    C HCl= 0,5105mol/L

    V NaOH= a)20,45ml b)20,20ml c)20,35ml
    C NaOH= 0,2489mol/L

    Calcule o PN e o PRNT desse calcário e faça um parecer técnico sobre sua qualidade e adequações para comercialização, baseado na legislação brasileira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. na próxima terca-feira 10/11 publicaremos uma postagem sobre os cálculos.

      Excluir
  17. Professor, no método de Minas, o correto não seria calcular o P remanescente e no final multiplica-lo com a NC?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Multiplicar o P rem com a necessidade de calagem? Não entendi. Favor reformular sua pergunta.

      Excluir
  18. Ola Professor, tudo certo? É possível calcular a quantidade de calcário apenas analisando o pH da amostra do solo? Sem Considerar o historico da propriedade... Por um acaso pode ser feita uma relação com V% e o pH e "chutar" uma CTC ideal e achar um resultado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As recomendações de calcário são baseadas em calibrações de resultados obtidos a campo. pH menor que 5,6 é indício de presença de Al e pobreza de nutrientes. Chutar é difícil, o solo não é somente suporte para o vegetal, ele é um complexo químico, cheio de reações.

      Excluir
  19. Ola Professor, estou com uma duvida, preciso fazer correção de solo para pastagem no estado de Goiás (solo com -20%argila), Nas formulas indicado no testo acima pede 2 ton/ha com PRNT de 85%. Gostaríamos de entender o motivo da diferença entre este calculo e o outro.
    Calculo 1 : utilizando a sua formula para solos arenosos
    NC= (ALx2)xf
    NC=0,60x2x1,2
    NC=1,44ton/ha

    O outro Calculo
    NC= (V2+V1)xTx1/PRNT
    NC=(70-15,73)x5,34x1/85
    NC=3,41ton/ha

    Gostaria de entender a diferença.

    ATT
    Gustavo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Veja no texto as fórmulas aconselhadas para solos arenosos e escolha a maior quantidade encontrada nos dois cálculos.
      O método V% não se utiliza nos solos arenosos.

      Excluir
  20. boa noite estou com essa atividade do curso tecnico em agropecuaria e estou tendo muitas dificuldades para responder sera que o sr. poderia me ajudar. SUGIRA UMA FORMULA E RESPECTIVA QUANTIDADE DE UM kg/ha , QUE SATISFACAM UMA RECOMENDACAO DE 120 kg P2O5 ha E 40 kg k2O/ha PARA A CULTURA DA SOJA (ESPAÇAMENTO DE 60 cm).QUANTAS GRAMAS DEVE SER APLICADA DESTA FORMULA EM 10 METROS DE SULCO DE PLANTIO?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou lhe passar um link que tem uma publicação minha e que reúne as suas duas dúvidas. Antes vou lhe dar uma dica: na sua pergunta não tem N, então considere como ZERO. Logo a fórmula será 0-120-40. Simplifique dividindo pelo menor número e terá
      0-3-1. Esta é a fórmula simplificada. Agora leia o artigo e saberá resolver
      http://agronomiacomgismonti.blogspot.com.br/2012/08/calcular-quantidade-de-adubo-por-sulco.html
      Qualquer dúvida, escreva

      Excluir
  21. Olá, sou acadêmica de eng ambiental e seus posts me ajudaram muito! Excelente trabalho, obrigada.

    ResponderExcluir
  22. Boa tarde, senhor Braga.
    Em uma gleba a qual apresenta T= 7,43 Cmolc/dm³, Ca 2,4 cmolc/dm³ e Mg 1,1 Cmolc/dm³ e V% 52%.. Numa cultura de exigência de V% de 70% ... Eu vou ter uma necessidade de calcário de 1,67t/ha. Agora como escolher o calcário e seus teores de Ca e MG... nessa analise a relação está de 3,2 de Ca/Mg.. Já me passaram varias formas de observa isso mais tudo mais ou menos.. nada com muita exatidão.. Poderia me esclarecer isso Professor. Uso um calcário com 38% de Ca e 12% de Mg ou 32% de Ca e 16% Mg..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia:
      http://agronomiacomgismonti.blogspot.com/2010/03/como-aumentar-ou-manter-pela-calagem.html


      http://agronomiacomgismonti.blogspot.com.br/2012/07/relacao-camg-na-analise-do-solo.html

      Excluir
  23. Boa noite,
    Gostaria de saber uma breve explicaçao desta formula de aplicaçao de calcareo.
    m= cmol/dm-3 x cmolc x perfil

    onde
    m = masa final em (kg/ha)
    cmol/dm-3= e a diferença entre (CTC, participaçao de Ca na ctc)
    cmolC(cmol de carga)= peso atomico/2(ou algo assim) do elemento (Ca, Mg, K)
    perfil= perfil da analise (exemplo 20 cm).
    Exemplo.
    CTC=10
    Participaçao %Ca em ctc = 40% no qual no analise tenho 4 cmol/dm-3 de Ca
    na coreçao quero elevar 65% para isso 65 - 40= 25 % P. Ca =
    (25 x 10 ctc)/100= 2.5 cmol/dm-3 a elevar, entao

    m= 2.5 cmol/dm-3 x 20 cmolc Ca x 20= 1000 kg/ha de Ca.
    disso tomo que, meu calcareo e 30% Cao = 300 kg CaO/tonelada
    porem destes 300 kg tenho:
    (Ca = 40 g/mol + O = 16 g/mol) = 56 g/mol
    40/56 x100= 71.42% kg Ca.
    300 x 71.42% = 214.26 kg de Ca/ton

    Precisava de 1000 kg Ca para elevar a 65% P.Ca entao:
    1000 / 214.26= 4.6 Ton Calcareo/ha

    PRNT do calcareo é 120 entao=

    4.6/1.2 = 3.8 Ton de calcáreo a aplicar.

    Esta correto este método?, no final eu posso usar de 3.8 a 4.6 ton?

    ResponderExcluir
  24. Boa noite, poderia me explicar por qual motivo a Necessidade de Calcário (NC) da um valor diferente da Quantidade de Calcário corrigida?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei se entendi a sua pergunta. Mas quantidade corrigida é necessária quando se usa um calcário com PRNT maior ou menor que 100%. Porque as recomendações de calagem são para um calcário com PRNT de 100%.
      Se a NC deu 2 t/ha e o calcário tem um PRNT de 80%, é preciso fazer a correção da quantidade(f).
      Neste caso f= 100/PRNT .'. f=100/80 = 1,25
      2t/ha x 1,25 = 2,5 t/ha (quantidade corrigida)
      Se o PRNT do calcário for 120%
      f = 100/120 = 0,8333
      2t/ha x 0,8333 = 1,666 t/ha

      Excluir
  25. Bom dia, tudo bem?
    Muito bom seu artigo, simples e prático!
    Mas queria tirar umas dúvidas...

    * Qual a profundidade correta da analise de solo usada para efetuar os cálculos? 0-20 ou 20-40? Existe alguma diferença de culturas perenes e anuais?

    * Vi que você demonstra várias fórmulas para efetuar os cálculos, isso é regra? Cada estado necessita-se que use a indicada ou pode ser uma pra todos? Ou isso é simplesmente a mais utilizada naquele local, sendo a mesma indiferente.

    * O V% desejado, é influenciado de acordo com a cultura, correto. Mas, e com a produtividade, influencia? Por exemplo: Tenho uma cultura perene (laranja), preciso saber quantas caixas de produtividade eu quero pra saber quanto devo aplicar? Lembro que me disseram uma vez que de acordo com a produtividade esperada (indiferente da cultura), será feito o cálculo da calagem.
    Ou isso é somente para adubos? Ou nenhum dos dois?

    Agradeço muito pelo artigo mais uma vez.
    Ótimo dia.
    Abraço!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. * para cultura anuais o mais usado é a camada de 0-20cm. Para cultura perenes pode ser feita análise de 0-20cm e outra amostra de 0-40cm. Tem casos de ser feita, nas culturas anuais a análise em cada uma das duas camadas, visando melhorar as condições abaixo da camada arável, permitindo que as raízes das plantas vão mais longe buscar nutrientes e água.
      * cada Estado brasileiro tem uma recomendação da melhor fórmula baseada nos dados de pesquisa realizadas a campo.
      * A recomendação de calagem é importante para permitir uma melhor fertilidade do solo e aumento de produção. Estes aumentos de produtividade vão depender da dosagem de adubos, pois quanto maior a produção esperada maior será o emprego de fertilizantes, é claro até um certo ponto que seja a aplicação econômica. Isto tudo é recomendado pela pesquisa oficial nos seus manuais de recomendação de calagem e adubação nos diferentes Estados e por cultura.

      Excluir
  26. Em se tratando de culturas perenes, deve-se realizar uma análise na linha e outra na entrelinha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia:
      http://agronomiacomgismonti.blogspot.com/2010/02/coleta-de-amostras-de-solos.html

      Excluir
  27. O Estado de Mato Grosso ainda não tem sua recomendação oficial de adubação e calagem, tampouco uma provisória!

    ResponderExcluir
  28. Bom dia,
    Gostaria de levantar a hipótese do senhor ter confundido os níveis indicados de saturação de bases entre PR e SP.
    Confira o Sistema de Produção 16 da EMBRAPA, (ISSN 2176-2902
    Outubro, 2013) link: . Primeiro parágrafo da página 73.

    Att

    ResponderExcluir

Comente, manisfeste a sua experiência, a sua dúvida, utilizando a parte de comentários.